Bichos de Estimação

Pesquisa aponta número de pets no Brasil

Juan Blancas 0 7736 Nota do Artigo: Sem nota

De acordo com a pesquisa nacional de saúde realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) os animais de estimação estão cada vez mais presentes nos lares do país.


 

Cardiologia Veterinária - Bloqueios Atrioventriculares

Saiba a importância do eletrocardiograma veterinário para a detecção de Bloqueios Atrioventriculares

Rodrigo Machado 0 22286 Nota do Artigo: 4.5

 

Os Bloqueios Atrioventriculares, também chamados de BAV, são distúrbios de condução relativamente comuns na Cardiologia Veterinária. Eles ocorrem devido ao atraso ou falta de condução do estímulo elétrico cardíaco dos átrios aos ventrículos. Eles podem ser benignos (BAV 1° grau e BAV 2° grau Mobitz I) ou malignos (BAV 2° grau Mobitz II ou BAV 3°grau ou total).

 

Dirofilariose, verme do coração

A melhor forma de evitar a doença é a prevenção.

Juan Blancas 0 8956 Nota do Artigo: Sem nota
É a dirofilariose é uma doença causada por um parasita denominado Dirofilaria immitis, conhecido popularmente como o "verme do coração".

O contágio do verme do coração se da através da picada de um mosquito infectado que tenha entrado em contato com animais doentes (infectado). Quando esse mosquito contaminado pica o pet, ele passa essas microfilária para a corrente sanguínea do animal, ficando lá por algum tempo antes de seguir para o coração. Pode ser uma doença altamente destrutiva, levando o pet ao óbito se não tratada de maneira correta.

A doença provoca uma sobrecarga no coração , que passa a trabalhar mais e com mais força, uma vez que o verme se ocupa um espaço no coração e nos vasos sanguíneos, causando obstrução à passagem do sangue.

Cardiologia Veterinária - Ritmo de Escape Ventricular

Entenda mais sobre essa doença e as formas de detecção

MV. Rodrigo Machado 0 19035 Nota do Artigo: 3.7

O ritmo de escape ventricular é caracterizado por um ritmo de substituição a um batimento de escape que se repete duas ou mais vezes. Como sabemos, é o Nódulo Sinusal (SA) que comanda o ritmo cardíaco de um animal ou de um ser humano. Para que isso seja possível, as células dessa estrutura precisam ter uma importante propriedade chamada automatismo, ou seja, a capacidade de emitir estímulos elétricos (despolarização) de forma espontânea e rítmica. 

RSS
First18192021222324252627Last
Loading
  • Assine Nosso Blog

    Fique por dentro das novidades. Receba nossas atualizações.